Editoras, Projetos e outros

Ainda não recebi informações sobre editora, a única editora que me respondeu cobrou um preço além do que eu tenho, não que seja muito dinheiro, eu é que não tenho dinheiro mesmo, comecei a pensar em como fazer para uma produção independente e um amigo me iluminou o caminho me mostrando um site onde você tenta vender seu projeto, ele está sendo a minha esperança no fim do túnel.

Para conseguir um número maior de gente para me apoiar eu tenho que fazer uma apresentação bem chamativa, por isso vou contar com a ajuda de alguns amigos meus, o Nathan Fernandes, um grande fotógrafo e um ótimo amigo que irá fazer uma especie de poster para o projeto, o Diego Cardoso que irá me ajudar na filmagem e edição de um booktrailer e o Julianno Jungle, que deu a ideia do projeto e está me ajudando a esquematizar como será o projeto.

Além deles estou recebendo também muito apoio de amigos e outras pessoas que vieram a ler a resenha por algum site e estão esperançosos com a publicação do livro, isso que está me dando forças para seguir em frente.

Agora comecei o processo de escolher duas pessoas para serem Matheus e Beatriz nas fotografias e no booktrailer, até o momento eu consegui achar apenas encontrar o Matheus, que será interpretado por Diego Jesus.

Assim que tiver mais novidades eu passo para vocês 😉

Resenha by Marina Vilalta

“Deitei no colchão e Matheus esticou a mão para baixo, pegando a minha, por mais que eu estivesse com sono e realmente estava não conseguia dormir, novamente me peguei olhando as estrelas no teto de Matheus, mas sem cabeça para conta-las, apenas vendo-as segurando a mão de Matheus, uma das estrelas, que ficava presa na parede, logo abaixo do teto, era uma estrela cadente, eu sabia que não era uma estrela de verdade mas mesmo assim eu fiz um pedido, que no próximo exame de Matheus mostrasse que não foi nada, torcendo para que mesmo aquela estrela não sendo verdadeira, ela realizasse meu pedido, depois de um tempo eu acabei pegando no sono.”
No começo achei bem infantil, já que eu leio uma coisa mais forte do que isso, mas posso dizer que esse livro foi um dos que mais me surpreendeu e me fez chorar horrores…
O livro conta a historia de Beatriz e Matheus, dois amigos que cresceram juntos e eram inseparáveis, estudavam juntos, tinham muitas coisas em comum, moravam no mesmo corredor, suas mães eram amigas e depois da escola continuavam juntos. Até que, depois de uma brincadeira, os dois se beijam, ai é que começam a descobrirem o amor que sentem um pelo outro. Começaram os ciúmes e Matheus acaba não aguentando e diz que gosta dela, e claro ela gosta dele também, mas nenhum dos dois esperavam o que viria a seguir….
“Poderia uma enfermidade separar dois corações de um romance? Seria esse o destino de Beatriz e Matheus? Ou tudo só nao passaria de um romance a base de histórias de livros?”
 
Eu gostei muito dessa historia, ela é real, bem real, ela me lembrou muito da minha própria historia, de amar seu melhor amigo, estudarem juntos(a semelhança só vai até ai), e a força que a Beatriz tem. Sobre o Matheus eu posso dizer que eu amo ele, ele é perfeito, ama livros, tem um coração enorme e faz tudo pela Beatriz, um ótimo amigo, protetor e namorado. O livro é narrado em primeira pessoa, pela Beatriz, usa gírias e isso faz parecer mais real, igual uma adolescente faria, mas, por ser narrado pela Beatriz,  não deixa qualquer duvida sobre os sentimentos intenções de Matheus, e tudo se encaixa perfeitamente, não senti falta de nada durante o livro. Você começa achando que o livro é sobre uma coisa mas você acaba tendo uma surpresa sobre como a historia se desenrola. Um livro de fácil leitura, rápido e te deixa curioso.

Resenha by Lígia Colares

Beatriz e Matheus são vizinhos, cresceram juntos, estudam juntos, jogam vídeo game juntos, suas famílias se conhecem e fazem reuniões de família juntas… Ou seja, eles são os maiores melhores amigos! Se entendem em tudo, possuem uma rotina, e a única coisa que eles não concordam é da graça de ler livros! Haha! No desenvolver da história eles percebem que há algo mais, e a amizade se torna amor!

Seguindo esse fluxo da história, achei que estava lendo apenas mais um livro de romance… Ledo engano… Toda a história dá uma reviravolta, e de repente nada mais é o que eu esperava! Esse foi mais um livro que não li a sinopse, simplesmente abri e comecei a leitura, e quando menos esperava, estava num seminário lendo e uma pequena lágrima escorre de meus olhos, e eu tenho que correr para ninguém perceber… Haha!

Alguns pontos me incomodaram… O livro é escrito em primeira pessoa, e algumas vezes Beatriz escrevia como falava, o que tornava o livro mais parecido com um diário… O uso de gírias, e o raciocínio um pouco próximo do devaneio me incomodaram no início, mas foi algo que se desenvolveu e foi resolvido!

Outro ponto é que esse livro me lembrou muito um outro… O que eu indicaria para a autora seria desvincular um pouco, pois se eu fiz essa associação, algumas outras pessoas podem fazer também, e seria algo prejudicial!

Mas apesar de tudo, é um livro rápido e fácil, a história em si é envolvente e curiosa… E é o tipo de leitura que você termina feliz por ter tido a oportunidade de ler! =D

Resenha by Mari S

A princípio imaginei que não fosse me interessar muito pela história, pois, logo no comecinho, já ficamos sabendo que se trata da vida de adolescentes que estão no 9º ano do colégio. Logo eu pensei que já não pertenço a esse mundo de colégio faz tempo (na minha época nem existia 9º ano) então não ia me identificar tanto com os personagens.

Mas continuei a leitura e muitas vezes me peguei relembrando situações que aconteceram comigo e com meus amigos. Ri sozinha ao lembrar dos bilhetes passados em sala de aula como se fossem salas de bate papo da internet. Sim, eu fazia isso (e muito) na época de 8ª série (um beijo especial às melhores amigas de sempre: Thaís, Rafaela, Júlia e Fabiana, lembram disso, meninas?) e a história foi, pouco a pouco, me cativando.

Me envolvi com a vida de Beatriz e Matheus: dois amigos inseparáveis que, de repente, percebem que o que há entre eles é muito mais do que apenas uma amizade e o livro mostra isso de forma muito leve – da amizade nasceu o amor – simples assim!

Assim como eu, tenho certeza que as meninas também vão achar o Matheus um fofo, que dispensa uma das garotas da sala para, finalmente, se declarar para a Bia sem saber se ela sente o mesmo por ele, mas sentia, e eu adorei quando ficaram juntos.

Como nem tudo são flores, uma doença bastante grave veio para aterrorizar o romance dos dois. Matheus descobre que está muito doente e Beatriz busca forças das estrelas para ajudá-lo a passar por essa fase.

Um livro muito tocante que, como eu disse à autora, me fez chorar bastante. Nos mostra a importância do amor e, acima de tudo da amizade. Um com o outro, sempre! Afinal, a doença estava debilitando não só o namorado de Bia, mas, principalmente seu melhor amigo.

Quem gosta de livro na temática de “A Culpa é das Estrelas” (quem leu a resenha que eu fiz deste livro aqui, sabe que eu ameeeeeiiii) também vai se apaixonar por Matheus e Beatriz.

Mione Le Fay, todo o sucesso do mundo para você!

Espero que gostem!

Resenha by Isabela Castro

Esse é um livro de uma autora nacional, que está buscando o apoio dos seus queridos leitores para publicação e escolhendo uma editora onde ele possa ser publicado.
O livro conta a história de uma amizade muito bonita, Matheus e Beatriz são muito amigos, cresceram praticamente juntos, no mesmo prédio. Estão tão acostumados com a companhia um do outro que não precisam de muita coisa para rirem e se divertirem. Beatriz é uma menina que fala o que lhe vem a cabeça, é engraçada e adora um vídeo game e o time de handebol. Já Matheus gosta mesmo de ler um bom livro. Então, depois de um beijo roubado em uma brincadeira, começa a aparecer um sentimento novo, que não se sabia existir ali, e assim, surge um grande amor.
Mas nem na ficção, as coisa são sempre como nós queremos e de uma hora para outra, uma doença deixa Bia e Matheus completamente sem chão. É quando o futuro deixa de ser um sonho e se torna um medo terrível, nessas horas é que precisamos estar mais próximos das pessoas que amamos. x.x

“[…]-Eu não te trocaria por ninguém nem por nada…
– Não era o que parecia, sabe, aquela garota baixinha, dentuça e gordinha com cabelo de banana e vestido vermelho, roubou a sua atenção… – Disse fingindo brava, com o rosto um pouco vermelho pela aproximação dele.
– Então, agora terei que lhe recompensar para provar o contrário…
Ele novamente falou com sua voz sussurrante e senti os lábios dele de leve nos meus…”

Eu sempre acho difícil resenhar um livro de parceria, mesmo que esse não tenha sido exatamente uma parceria, eu vejo assim, me sinto quase uma beta *-* rs Dá um medo danado, penso logo algo como “ai meu Deus e se eu não gostar o que vou dizer na resenha, o autor vai ficar com raiva de mim”, mas graças a Deus isso ainda não aconteceu comigo. =) Sob as Estrelas é um livro muito fofo. Ele me lembrou um pouco Hazel e A Culpa é das Estrelas.
Quando comecei a ler, não tinha lido a sinopse, mas só de olhar a capa já imaginava que era um romance. Primeiro achei que seria só uma história bobinha e fofinha sobre um casal de amigos que se apaixonou, mas aí ela me faz o personagem adoecer e me fez rir e me emocionar e refletir e pensar no quanto a vida pode ser curta, que nós precisamos fazer com que ela valha a pena, porque mesmo que não sejamos um marco no mundo, nós deixamos marcas nas pessoas que passam pela nossa vida. 😉

A Jornada de um Livro – Consegui a Edição


Boas noticias, falei hoje com o Diego Cardoso do Programa Descontrolados e ele topou fazer as edições de vídeo, hoje passei a tarde criando o roteiro e o conteúdo de cada vídeo, serão pelo menos 10 vídeos ao todo.

Amanhã vou tentar acordar cedo para começar a gravar os primeiros vídeos, hoje fiz as primeiras tentativas de grava-lo, porém como era noite já, a iluminação não ficou boa, vou esperar estar de dia para gravar para dar menos trabalho ao Diego que já está me fazendo esse enorme favor.

A jornada de um livro

Agora que consegui atingir mais pessoas com a minha questão do livro, eu estou recebendo dicas preciosas de muitas pessoas, palavras de incentivo e também algumas perguntas de pessoas que estão escrevendo seus livros e ainda não conseguiram terminar por diversos motivos, por isso pensem em fazer alguns vídeos, falando como foi o processo de criação do livro e toda a minha jornada até conseguir a publicação do livro, porque sim, eu acredito de verdade que ele será aceito e publicado por uma editora.

Sei que pode parecer um pouco prepotente da minha parte ter tanta fé assim na publicação do livro, mas eu tenho que ser a primeira pessoa à acreditar em mim para fazer os outros acreditarem também, se eu não acreditar e não confiar no meu potencial, como farei outras pessoas acreditarem? Ser confiante não é ser prepotente é apenas ser determinada e nada vai me parar até eu ver meu livro lá nas livrarias.

Gosto de sonhar alto, você não paga para sonhar, então para que sonhar baixo? Os sonhos apenas nos mostram o caminho que teremos que percorrer para alcança-los, gosto de sonhar alto para não me contentar com pouco e com isso lutar cada vez mais, até atingir meu objetivo que antes parecia impossível.

Por isso sonho no dia que ficarei famosa com o meu livro e quando isso acontecer, novos escritores poderão saber, através desses vídeos como atingir seus objetivos.

Vou tentar conseguir ajuda na edição do vídeo, já que eu não entendo nada de edição, então já peço desculpas caso o livro não esteja muito bem editado, pode ser que eu apenas o grave e o jogue direto para vocês verem.